ETNODOC

Noticias

Projetos classificados Etnodoc III

Noticias

Veja as sinopses dos projetos classificados no processo de seleção do Edital Etnodoc Ano III

1. Cuaracyaangaba – Lara de Campos Velho – abordará a astronomia dos índios Guarani e sua forma particular de ler o céu e interpretar os fenômenos celestes. O documentário acompanhará o trabalho do Prof. Germano Afonso, físico e PhD em astronomia, descendente dos Guarani.

2.Vaqueiros e encantados – Márcia Paraiso – vai apresentar o mundo dos vaqueiros do Marajó/PA, sua religiosidade e o modo de lidar com o gado.

3. O boto parceiro do homem – Natália Reis - percorrerá a história de uma singular sociedade, constituída de botos e homens, em Laguna/SC.

4. Plantas que ajudam o homem na Amazônia – Ana Luiza Menezes de Gouvea – acompanhará o trabalho do pesquisador Moacir Biondo, registrando o uso das plantas medicinais nas comunidades ribeirinhas e indígenas do Amazonas.

5. D’Ouro – Joana Oliveira – mostrará o dia-a-dia de seu Rito, artesão que confecciona jóias numa delicada mistura entre ouro e casca de coco, em Berilo/MG.

6. Ópera cabocla – Adriano Barroso dos Santos – manifestação de cordões de pássaros do interior e capital paraense, encenada por atores populares, miscelânea de melodrama, comedia de costumes, romance-folhetim, radionovela, teatro de revista, opereta e dança.

7. No próximo frio, eu ferro – André Costa – abordagem sobre um fazer em extinção: o carro de bois. No Morro da Garça, sertão mineiro, seu Manoel Alexandre aos 86 anos é o último mestre desse ofício.

8. O lenço do samba – Shaynna Pidori – vai mostrar a crise que vive a comunidade do Samba Lenço de Mauá/SP. Jovens que não querem mais cantar e dançar o samba-lenço ao se tornarem evangélicos.

9. Do bugre ao Terena: a dança da Ema na urbe – Aline Espíndola – documentará a Dança da Ema, que conseguiu preservar tradições da etnia Terena nas aldeias urbanas de Campo Grande no Mato Grosso do Sul.

10. Na rota dos sertões – Silvio Tendler – o documentário percorrerá o trajeto da famosa viagem de Guimarães Rosa e um grupo de célebres boiadeiros no sertão de Minas Gerais, em 1952.

11. Pegadas de couro – Paula Dib - buscará identificar, reconhecer e valorizar o ofício dos mestres do couro da região do Cariri, no Ceará, especialmente no trabalho do mestre Espedito Seleiro.

12. O canto da lona – Thiago Mendonça – acompanhará a trajetória de cinco antigos artistas do circo paulista no momento em que se reúnem para uma pequena apresentação circense.

13. A santa de casa e o povo de santo – Conceição Aparecida dos Santos – o documentário enfocará o culto a Maria Bueno, santa não-canônica de Curitiba/PR, e suas relações com a umbanda, candomblé e catolicismo.

14. De fronte –Aluízio de Azevedo Silva Júnior – vai registrar as relações humanas nas fronteiras entre o Mato Grosso e a Bolívia no tom narrativo de uma viagem que passa por Cáceres e Porto Espiridião(MT) e Santana e San Matias(Bolívia).

15. Batuque Gaúcho- Sérgio Luiz Valentim Júnior – o documentário revelará o universo do Batuque Gaúcho, na cidade de Porto Alegre/RS, que possui mais de 3 mil terreiros de matriz africana, oriundos de raízes Jêje, Ijexá, Oyo, Cabinda e Nagô.

Resultado do ETNODOC 2011

Noticias

Projetos vencedores do Etnodoc 2011
971 - Cuaracyaangaba – o céu guarani – Lara de Campos Velho
1137 – Vaqueiros encantados – Marcia Paraiso
1206 – O boto parceiro o homem – Natália Reis
1226 – Plantas que ajudam o homem na Amazônia – Ana Luiza Meneses de Gouvea
1300 – D’ouro – Joana Oliveira
1302 – Ópera cabocla – Adriano Barroso dos Santos
1336 – No próximo frio, eu ferro – Andre Costa
1469 – O lenço do samba – Shaynna Jacques Pidori
1530 – Do “bugre” ao Terena: a Dança da Ema na urbe – Michelly Aline Jorge
Espíndola
1591 – Na rota dos sertões - Silvio Tendler
1622 – Pegadas de couro – Paula Oliveira Dib
1625 – O canto da lona – Thiago Mendonça
1664 – A Santa de Casa e o povo de santo – Conceição Aparecida dos Santos
1778 – De “fronte” – Aluízio de Azevedo Silva Júnior
1869 – Batuque gaúcho – Sergio Luiz Valentim Júnior
Suplentes
1º - 1503 – Cuícas – Rafael Bacelar Nogueira
2º - 1536 – O ouro, a draba e a montagem: o universo das ciganas calín em S. Paulo –
Flora Lahuerta
3º - 1409 – Tooro Nagashi – luzes ao vento – Ester Marçal Fér
4º - 1692 – “Minha Santa Margarida...” – Clive Gavin Andrews
5º - 1010 – Pescadores artesanais de Arraial do Cabo - Rosemary Cintra Mártires
6º - 1742 – Divina Toada – Rafael Machado Nobre de Souza
7º - 997 – Canto das lavadeiras – Antonio Garcia Couto
Comissão de Seleção
Claudia Ferreira (presidente)
Aline Machado
Berenice Mendes
Cáscia Frade
Emílio Domingos
Teresa Chaves
Veja a lista completa dos vencedores e suplentes do Etnodoc 2011:


Projetos vencedores do Etnodoc 2011
971 - Cuaracyaangaba – o céu guarani – Lara de Campos Velho
1137 – Vaqueiros encantados – Marcia Paraiso
1206 – O boto parceiro do homem – Natália Reis
1226 – Plantas que ajudam o homem na Amazônia – Ana Luiza Meneses de Gouvea
1300 – D’ouro – Joana Oliveira
1302 – Ópera cabocla – Adriano Barroso dos Santos
1336 – No próximo frio, eu ferro – Andre Costa
1469 – O lenço do samba – Shaynna Jacques Pidori
1530 – Do “bugre” ao Terena: a Dança da Ema na urbe – Michelly Aline Jorge Espíndola
1591 – Na rota dos sertões - Silvio Tendler
1622 – Pegadas de couro – Paula Oliveira Dib
1625 – O canto da lona – Thiago Mendonça
1664 – A Santa de Casa e o povo de santo – Conceição Aparecida dos Santos
1788 – De “fronte” – Aluízio de Azevedo Silva Júnior
1869 – Batuque gaúcho – Sergio Luiz Valentim Júnior
Suplentes
1º - 1503 – Cuícas – Rafael Bacelar Nogueira
2º - 1536 – O ouro, a draba e a montagem: o universo das ciganas calín em S. Paulo – Flora Lahuerta
3º - 1409 – Tooro Nagashi – luzes ao vento – Ester Marçal Fér
4º - 1692 – “Minha Santa Margarida...” – Clive Gavin Andrews
5º - 1010 – Pescadores artesanais de Arraial do Cabo - Rosemary Cintra Mártires
6º - 1742 – Divina Toada – Rafael Machado Nobre de Souza
7º - 997 – Canto das lavadeiras – Antonio Garcia Couto


Comissão de Seleção
Claudia Ferreira (presidente)
Aline Machado
Berenice Mendes
Cáscia Frade
Emílio Domingos
Teresa Chaves

Data de anúncio dos contemplados

Noticias

A organização do Etnodoc informa que o anúncio dos contemplados está pevisto para o início de abril. Foram inscritos 897 projetos de todos os estados do Brasil. 15 classificados receberão o patrocínio de até R$80.000,00.
A organização do Etnodoc informa que o anúncio dos contemplados está previsto para o início de abril. Foram inscritos 897 projetos de todos os estados do Brasil. 15 classificados receberão o patrocínio de até R$80.000,00.

Encerramento das Inscrições

Noticias

A organização do Etnodoc 2011 informa que as inscrições serão encerradas no dia 20/01/2012, às 23:59.

Prorrogação do prazo de inscrição

Noticias

A organização do Etnodoc 2011 informa que o prazo de inscrição de projetos está prorrogado até o dia 20/01/2012.

Prêmio Manuel Diégues Jr 2011

Noticias

RESULTADO DO PRÊMIO MANUEL DIÉGUES JÚNIOR 2011

Instituído pelo Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular em 1997, e sempre realizado no âmbito da Mostra Internacional do Filme Etnográfico, com o objetivo de estimular a produção de vídeos e filmes documentários sobre o universo das culturas populares, o Prêmio Manuel Diégues Júnior contempla três categorias: importância do tema para a área, desenvolvimento da pesquisa/roteiro e concepção e realização.

Os premiados de 2011 foram escolhidos por júri composto por:
Jorge Melo – diretor e roteirista, editor executivo do programa Sala de Notícias da TV Futura;
Marisa Coelho – coordenadora da Biblioteca Amadeu Amaral do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular/IPHAN;
Roberto Marques – professor assistente da Faculdade de Educação da UFRJ.

A estatueta oferecida aos premiados, esculpida pelo artista Valdeli Costa Alves, é uma representação do “girandeiro”, ou “homem do brinquedo”, que, no Círio de Nossa Senhora de Nazaré, em Belém do Pará, sai, girândula em punho, para vender os brinquedos de miriti que criam na cidade de Abaetetuba.

O júri premiou, entre os filmes/vídeos apresentados durante a Mostra, segundo as categorias previstas:

Importância do tema para a área:
- Cantador de Chula, de Marcelo Rabelo
Chula é o canto principal em modalidades do samba no interior da Bahia, presente somente na memória oral dos mais velhos. O filme caminha pelo recôncavo e agreste baiano, onde podemos ouvir algumas chulas e outras cantigas tradicionais de herança africana.



Desenvolvimento da pesquisa/roteiro

- Procurando Madalena, de Ricardo Salles
Investigação bem humorada da origem da toada “Madalena”.


Concepção e realização

- Hoje tem alegria, de Fábio Meira
O cotidiano de três pequenos circos do Norte e Nordeste do Brasil. Longe dos grandes centros urbanos, estes circos lutam com grandes privações econômicas para manter-se ativos e também cativar o público. Três personagens guiam a narrativa: os pernambucanos Índia Morena e o mágico Alakasan, e o amapaense Ruy Raiol, artistas que lutam para manter a tradição do espetáculo, transmitindo seus saberes às novas gerações.


O júri concedeu ainda três menções honrosas:

- Luz, câmara, pichação, de Bruno Caetano, Gustavo Coelho e Marcelo Guerra, pela coragem e tratamento respeitoso sobre o tema complexo da pichação e seus personagens.
Documentário sobre a pouco compreendida cultura da pichação no Rio de Janeiro. O filme conta com a presença apenas de pichadores, e pergunta sobre suas histórias nunca narradas, seus riscos, medos, paixões e grafias. Com cenas de tirar o fôlego, o longa mergulha neste submundo, fazendo o espectador vivenciar aventuras e sentir as adrenalinas comuns desta cultura que toma a cidade enquanto a maioria dorme.

- Dona Joventina, de Clarisse Kubrusly e Milena Sá, por levantar a discussão sobre a questão do direito de propriedade do patrimônio das comunidades tradicionais.
A escultura de madeira escura ficou durante 30 anos (1965-1996) sob a posse da pesquisadora Katarina Real, antes de ser doada ao acervo do Museu do Homem do Nordeste em Recife, PE. Hoje existem duas nações de maracatu que se denominam Estrela Brilhante e que de formas distintas reivindicam a posse e a retirada da boneca do museu. O filme acompanha a primeira visita de ambos os maracatus a esse museu em 2010. Seguindo o rastro das calungas do baque virado, mostra diversas bonecas de maracatu em seus diferentes contextos e possibilidades.

- Oi'ó – A luta dos meninos, de Caimi Waiassé, por revelar a complexidade da formação de valores dos homens da etnia xavante a partir de um rito de passagem.
O documentário registra uma das mais importantes cerimônias dos Xavante. Os garotos são divididos em grupos e de acordo com a idade e o porte físico, e o enfrentamento se dá entre representantes de clãs diferentes. Não há vencedores. Por sua maneira de lutar, cada um mostra o bom guerreiro e caçador que vai ser. A finalidade é que os meninos aprendam a seguir regras, a resistir à dor e a superar o medo.

Lançamento do Edital Etnodoc 2011

Noticias

O Ministério da Cultura, o IPHAN, o Departamento de Patrimônio Imaterial, o Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular, a Associação Cultural de Amigos do Museu de Folclore Edison Carneiro e a Petrobras convidam
para o lançamento do "Edital de Apoio à Produção de Documentários Etnográficos sobre Patrimônio Cultural Imaterial - Etnodoc Ano III" por ocasião do encerramento da 15ª Mostra Internacional do Filme Etnográfico.

O lançamento foi no dia 24 de novembro de 2011, no Estação Sesc Rio - Rua Voluntários da Pátria, 35 - Botafogo.